quarta-feira, 21 de junho de 2017

Palavras cruzadas - Jeremias: Deus convoca Seu povo ao arrependimento

Chegamos à lição 13, e, aproveitando o tema estudado no trimestre, testamos os nossos conhecimentos do assunto através desta divertida brincadeira.
É uma ótima sugestão para a classe. O professor pode baixar a brincadeira e imprimir, para então, na última lição, distribuir para os alunos. Seria interessante premiar aquele aluno que primeiro resolver as palavras cruzadas, não se esquecendo de incentivar e também premiar os outros pelo esforço. Afinal, trata-se apenas de brincadeira, e não "medição" de conhecimento, pois o que se aprende na EBD não se pode mensurar por testes, e sim na vida diária.
Caso esteja interessado,  deixe seu e-mail nos comentários, então lhe enviaremos o arquivo contendo as respostas das palavras cruzadas.
Obs: disponibilizaremos as respostas sábado, dia 24/06, neste mesmo post.
Clique sobre a seta na parte superior direita da postagem ou no link: Palavras cruzadas Jeremias

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Novos exemplares incluídos no acervo da biblioteca AD306

Doação do casal: Keyla e Wendy Dib, em 28 de maio de 2017.
Livro: A mulher dos sonhos de seu marido
Autoria: Sharon Jaynes
Editora: Mundo Cristão, 2012
Sinopse
Assim como as mulheres sonham com seu príncipe encantado, os homens também têm sonhos a nosso respeito. E com seu marido não é diferente. Provavelmente ele, ao contrário de você, não passou horas da infância e juventude lendo histórias de amor e aprendendo como se tornar esse príncipe. Mas em algum momento ele olhou para você e enxergou a mulher dos seus sonhos. 
Para ter um casamento feliz, precisamos, em primeiro lugar, ter em mente o final feliz. É com base nesta ideia que Sharon Jaynes ajuda você a se tornar a mulher dos sonhos de seu marido. A partir de pesquisas e entrevistas com vários homens, ela constatou que existem sete qualidades básicas que eles procuram na mulher ideal, entre elas o respeito pelo marido, encorajamento, amizade e satisfação sexual. 
Este não é um manual de como funciona o espécime masculino com o qual você decidiu compartilhar a vida, mas uma junção de informações que vai ajudá-la a descobrir o que se passa no fundo do coração do seu marido. Conheça seus desejos, anseios, dificuldades e necessidades, para que cada dia mais você seja a mulher com a qual ele sonhou e continua a sonhar.

Sobre a autora
Sharon Jaynes é autora de vários livros para o público cristão feminino que se tornaram sucessos de venda nos Estados Unidos. Vice-presidente do Ministério Provérbios 31, participa de um programa de rádio que leva aconselhamento bíblico a milhões de ouvintes. É palestrante em eventos para mulheres e trabalha com o marido, Steve, no Conselho de Políticas para a Família da Carolina do Norte (EUA).

Livro: Como contar histórias - a arte de contar histórias para o evangelismo infantil
Autoria: Tânia Adel
Editora: AD Santos, 2013

Sinopse
As histórias têm o poder de captar a atenção e fixar de maneira definitiva o conteúdo. Contar histórias é uma arte que todos podem aprender. A mensagem para as crianças deve ser clara, ter vocabulário adequado para a faixa etária e o ensino deve transformar vidas. Em uma linguagem clara, didática e profundamente acessível, a autora, que é exímia contadora de histórias, ensina os segredos desta arte milenar, que através dos tempos tem sido ensinada e utilizada para transmitir mensagens e principalmente para comunicar Jesus às crianças.

Livro: O que não pode faltar na educação dos filhos
Autoria: Ângela Sirino
Editora: Editora da PUC Goiás, 2013
Sinopse
Educar filhos é um grande desafio diante dos obstáculos que se erguem na geração que vivemos. Por isso é cada vez mais comum vermos pais desorientados quanto à educação de seus filhos. E diante disto nos perguntamos: O que fazer?
E apesar de não existir uma fórmula mágica para criar filhos, a Bíblia Sagrada nos ensina princípios equilibrados de instruções quanto à criação de filhos.
Neste livro iremos sugerir alguns princípios que não podem faltar na educação de nosso filhos. Sei que te ajudará nesta missão tão linda de educar filhos.
Boa Leitura,
Ângela Sirino.

Sobre a autora
Ângela Sirino é escritora com mais de 18 obras publicadas pela universidade PUC de Goiás, é palestrante internacional em igrejas e eventos seculares, é preletora da Adhonep, é apresentadora do programa de TV Mulheres fazendo a diferença, exibido em Goiânia-GO pela NET TV e transmitido em rede nacional pela Rede Super de TV, é presidente da Organização " Mulheres Fazendo a Diferença". Ângela Sirino trás para você O QUE NÃO PODE FALTAR NA EDUCAÇÃO DOS FILHOS.

Livro: Criando filhos para o sucesso
Autoria: Ângela Sirino
Editora: Editora da PUC Goiás, 2014
Sinopse
Como é bom ter filhos. Entretanto é tão difícil a tarefa de educá-los, e há quem diga que nos tempos atuais está ainda mais difícil do que em tempos passados.
Quem nunca teve aquele momento de pânico, onde você fez muitas perguntas ou sentiu-se inseguro, desorientado e não teve definido o seu papel de educador? Seja você pai ou mãe. Mas essas crises acontecem porque "Educar não é fácil", é uma tarefa complexa e a cada nova etapa do desenvolvimento dos filhos surgem novos desafios, os quais exigem de nós muita paciência, muito amor e muita perseverança.
Neste livro você verá alguns destes conceitos, bem como experiências que poderão te ajudar na difícil, porém linda tarefa de educar nossos filhos e prepará-los para um caminho de sucesso em Deus! Boa Leitura. Ângela Sirino

terça-feira, 23 de maio de 2017

Jonas e o peixe

A seguir apresentamos as etapas para confecção do peixe a ser utilizado na apresentação teatral da história de Jonas.
Materiais:
Bastões e pistola de cola quente, tesoura, lápis, fita adesiva, estilete, 4 metros de TNT, caixas de papelão, EVA vermelho, pincel atômico preto.

Fizemos o modelo do exemplo com 2 m de comprimento por 60 cm de altura.

Modele o papelão em formato de peixe, fixando as partes com fita adesiva.

Cole o forro em TNT por cima do papelão utilizando cola quente.

Faça o molde da "goela e língua" do peixe em EVA vermelho. Desenhe antes o molde com pincel atômico.

Ainda preparamos painel com plaquinha, barquinho e "ondas" feitas com papel crepom azul.

3ª Roda de leitura e contação de histórias

Seguem as fotos do nosso evento realizado dia 13 de maio de 2017.
Bem à vontade...

Leitura em duplas. rsrsrs

Nossos pequenos grandes leitores



Um lanchinho delicioso para nossos convidados especiais.

Nossa contadora de histórias, Pedagoga Wemily Dib.

Irmão Diogo recebendo o livro sorteado entre os adultos. Os outros ganhadores foram as crianças: Isaque e Giovanna.

Evangelismo, missões e discipulado: a tarefa primordial da igreja

Revista do 3º trimestre de 2017

Palavra do comentarista
Neste trimestre, estudaremos sobre a missão primordial da Igreja! As treze lições enfocarão evangelismo, missões e discipulado. Será uma oportunidade para lembrar que a responsabilidade no cumprimento da missão não está restrita aos pastores, missionários e evangelistas, mas, sim, que pertence a todo discípulo de Cristo (Mt 28.19-20). Trata-se de continuar a obra iniciada por Jesus Cristo, que estava prevista desde o princípio, como encontramos no primeiro livro da Bíblia, Gênesis. Tanto que o apóstolo Paulo identificou aí o primeiro anúncio do Evangelho (Gl 3.8), isto é, o próprio Deus sendo um Evangelista, pois Ele é o Deus Missionário! A Igreja recebeu do Senhor a mensagem, o poder do Espírito Santo para proclamar e a promessa de Jesus de estar conosco enquanto cumprimos a missão. Fomos chamados por Cristo para frutificar (Jo 15.16). Jesus continua chamando e estabelecendo condições para ser Seu discípulo. Ainda há povos, tribos e nações não alcançados pelo evangelho de Jesus. E, mesmo no Brasil, muitos são os desafios para cumprirmos o mandamento do Senhor, em diversos ambientes e com diferentes grupos sociais. Que Deus use estas lições para despertar mais ainda o Seu povo nestes dias difíceis e trabalhosos. Que possamos obedecer ao ide de Jesus, enquanto é dia (Jo 9.4).
Comentarista: Pr Oídes José do Carmo – 4º Vice-Presidente da CONAMAD; Presidente da CONEMAD-GO (Convenção Estadual do Ministério de Madureira em Goiás); Presidente da Assembleia de Deus em Campinas, Goiânia (Go); Advogado; Teólogo.


Sumário (clique nos links e veja os esboços)
01..................................................A tarefa de testemunhar de Cristo
02..................................................O comunicador e a mensagem de salvação
03..................................................A evangelização urbana
04..................................................O perfil dos enviados de Cristo
05..................................................A evangelização de grupos específicos
06..................................................Deus, o autor de Missões
07..................................................Missões no Antigo Testamento
08..................................................Jesus, o missionário excelente
09..................................................Legado missionário da Igreja Primitiva
10..................................................O discípulo e o discipulado
11..................................................O processo de formação do discípulo I
12..................................................O processo de formação do discípulo II
13..................................................A perseverança do discípulo de Jesus Cristo

Fonte: www.editorabetel.com.br

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Ética do cidadão do reino de Deus



(As Bem Aventuranças Mt. 5 1-12)

O modo de vida que Deus tem para nós é um contraste total com a que o mundo apregoa são valores invertidos baseados na auto satisfação e prazer transitório, em contrapartida Cristo nos chama para participarmos de Seu Reino. Um Reino eterno de verdadeira felicidade e de verdadeira realização, mas qual será a qualificação para adentrar neste Reino como ele deve ser alcançado?
Sendo assim os súditos deste Reino tem uma forma diferente de pensar e agir que veremos a partir de agora no sermão do monte proferido por Jesus aos seus discípulos.

Reino de Deus é:

1-a esfera do governo de Deus.

2-a esfera na qual, em qualquer tempo, Seu governo é reconhecido.  Deus chama de todos os lugares, sem distinção de raça ou nacionalidade, para se submeterem voluntariamente ao Seu governo. É por isso que se diz que o reino de Deus está em mistério.

Ele lhes disse: "A vocês foi dado o mistério do Reino de Deus, mas aos que estão fora tudo é dito por parábolas”
Marcos 4:11

Não pode ser observado

Certa vez, tendo sido interrogado pelos fariseus sobre quando viria o Reino de Deus, Jesus respondeu: "O Reino de Deus não vem de modo visível
Lucas 17:20
Mas é discernido espiritualmente

Em resposta, Jesus declarou: "Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo
João 3:3

Mas futuramente será revelado em âmbito mundial, então o Reino estará em glória, será manifesto em tudo.

Por isso Deus o exaltou a mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

Filipenses 2:9-11

Definindo de uma forma simples seria;

“O Reino de Deus é já e ainda não”
Ele está em cada um de nós que nascemos de novo em Cristo e se revelará completamente por ocasião de sua volta!



Como adentrar neste reino?

Este Reino é dado a todo aquele que por relacionamento com Cristo e sua palavra, receberam de Deus o amor, o cuidado, a salvação e sua presença diária. Há certas condições para se viver neste Reino. Devemos, portanto viver segundo o padrão revelado por Deus nas Escrituras que nos são apresentadas nas bem aventuranças e são elas.

Pobre em espirito

É aquele que reconhece seu estado miserável diante de Deus, que não têm autossuficiência espiritual e que dependemos do poder e da graça divinos para poder herdar o Reino de Deus.

Os que choram

Esse chorar é contristar-se profundamente por causa de nossas próprias fraquezas quando nos comparamos com o padrão de justiça de Deus. É sentir aflição por causa do pecado da crueldade e da imoralidade que prevalecem no mundo.

Os mansos

São os humildes e submissos à vontade de Deus, se preocupam mais com a obra de Deus e seu povo do que consigo mesmo. Os mansos e não os violentos (e os espertos) é que herdaram a terra.

Fome e sede de justiça

Esse é um aspecto importantíssimo para uma vida santa
O estado espiritual do cristão depende da fome e sede da presença de Deus, da sua palavra, da comunhão com Cristo, da justiça e da volta do Senhor.

 Misericordiosos

Os misericordiosos são cheios de compaixão por aqueles que sofrem por causa do pecado ou de aflições, e procuram consolar essas pessoas as conduzindo a Cristo.

Limpos de coração

São os que foram libertos do poder do pecado mediante a graça de Deus, e que agora se esforçam para agradar e glorificar a Deus e serem parecidos com Deus.
Procuram ter a mesma atitude que Deus tem.

Pacificadores
São aqueles que se reconciliaram com Deus. Tem paz Eles mediante a cruz e agora se esforçam para conduzir outros mediante seu testemunho e vida a essa mesma paz, inclusive seus inimigos.

Perseguidos por causa da justiça

Todos que procuram viver de acordo com a palavra de Deus sofreram perseguição. Que negam uma vida pecaminosa e vivem em contramão dos costumes deste mundo que se separam do pecado e permanecem na pureza.

Concluindo

Enfim essas são características que Cristo procura em seus seguidores não tem como selecionarmos essa ou aquela característica temos que desenvolver todas! Devemos lembrar que bem-aventurança significa muito mais que ter alegrias. Implica no estado bem afortunado daqueles que fazem parte do reino de Deus.

As bem-aventuranças não são em ultima análise promessas de riso, prazer ou prosperidade terrena. Para Deus, bem-aventurado é aquele que tem uma experiência de esperança e alegria que não dependem das circunstâncias exteriores, para isso siga a Jesus independente do preço a pagar.



sexta-feira, 5 de maio de 2017

Cosmologia Hebraica




Quando nos deparamos com alguns trechos da bíblia como a criação e o diluvio aos nossos olhos as descrições sobre como o mundo se parecia aos seus observadores parecem bem estranhos, mas temos que lembrar que suas explicações para o funcionamento do mundo era fruto do conhecimento de sua época, por esse motivo é interessante nós leitores modernos procurarmos entender como eles compreendiam o mundo a sua volta e assim termos um melhor entendimento de suas descrições.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Decálogo



Ex.20 1-17


Os dez mandamentos ou as dez palavras são os estatutos perpétuos de Deus para o seu povo, são o Seu parâmetro de conduta e moral e não foram abolidos por Cristo, então por que ignoramos tanto? porque são tão importantes para o povo de Deus?

A Lei não foi dada como meio de salvação. Foi dada a um povo já salvo (19:4; 20:2) a fim de instruí-lo na vontade do Senhor, para que pudesse realizar o propósito de Deus como "um reino de sacerdotes e uma nação santa" (19:6). A revelação foi dada "não para dar, mas para orientar a vida" (Patrick Fairbaim, The Typology of Scripture, pág. 274).

Os mandamentos foram criados com a função de conduzir a recém criada nação de Israel em uma vida de santidade prática. As ordenanças tinham em vista orientar e direcionar a comunidade a atender ás necessidades de cada indivíduo, de maneira amorosa e responsável. Já na época de Jesus as pessoas viam as Leis como uma forma de barganhar com Deus, obediência em troca de prosperidade. As Leis se tornaram um fim em si mesmo.

Os mandamentos são um meio para cumprir a suprema lei de Deus que é o amor! Toda Lei é baseada no amor a Deus e ao Próximo, quando Jesus foi questionado sobre o maior mandamento Ele sintetizou os dez em dois que são amar a Deus acima de todas as coisas e próximo como a ti mesmo. (Mt.22.37/Rm 13.8-9/Gl. 5.14)

No novo testamento eles são ratificados como expressões autenticas da santa vontade de Deus, e são obrigatórias a todo cristão e é bom lembrar que deve-se observar todos os mandamentos e não um ou outro. Além disso guarda-los não são apenas uma questão de práticas externas mas de uma atitude que vem do coração. (Dt. 6.5)
Então vamos a partir de agora examinar cada um dos dez mandamentos.

Parte 1 relacionamento do homem para com Deus

1°) Primeiro mandamento: o único Deus requer adoração exclusiva

"Não terás outros deuses além de mim.”
Êxodo 20:3

Jesus lhe disse: "Retire-se, Satanás! Pois está escrito: ‘Adore o Senhor, o seu Deus e só a ele preste culto’".
Mateus 4:10

Hoje podemos permitir que muitas coisas se tornem nossos ídolos, quando nos concentramos excessivamente nelas em busca de identidade pessoal, significado de vida e segurança. Ninguém conscientemente intenciona adorar essas coisas, mas a partir do momento que essas mesmas coisas consomem todo nosso tempo e pensamento eles nos controlarão, deixe que Deus ocupe o lugar central de sua vida.

2°) Segundo mandamento: a condenação da idolatria

"Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra.”
Êxodo 20:4

"Nenhum servo pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará ao outro, ou se dedicará a um e desprezará ao outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro".
Lucas 16:13

Esse mandamento previne a feitura de qualquer imagem com o intuito de adoração ou auxilio espiritual, tudo que sabemos ou pensamos de Deus deve estar relacionado ao que temos revelado nas escrituras, qualquer imagem representativa de Deus que é transcendental, é uma afronta a sua glória.

3°) Terceiro mandamento: a santidade do nome de Deus é inviolável

"Não tomarás em vão o nome do Senhor teu Deus, pois o Senhor não deixará impune quem tomar o seu nome em vão.”
Êxodo 20:7

“Mas eu lhes digo: Não jurem de forma alguma: nem pelo céu, porque é o trono de Deus;”
Mateus 5:34

O Nome de Deus deve ser objeto do mais absoluto respeito, usar o Nome de Deus de forma leviana como em gracejos, pronuncia-lo de forma hipócrita ou em maldições transgride a Lei de Deus. Hoje em dia é fácil não atentarmos para essa verdade, devemos lembrar que um nome é a definição de uma pessoa e o resumo do que pensamos a respeito dela, quando usamos o Nome de Deus em vão estamos esquecendo da seriedade que devemos ter diante de Deus. O nome de Deus também pode ser profanado por mal testemunho.

4°) Quarto mandamento: o memorial da criação e do criador

"Lembra-te do dia de sábado, para santificá-lo.”
Êxodo 20:8

E então lhes disse: "O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado. Assim, pois, o Filho do homem é Senhor até mesmo do sábado".
Marcos 2:27,28

Antes de qualquer consideração a respeito da necessidade ou não da guarda do sábado devemos entender o princípio que Deus quer nos ensinar através desse mandamento, sabemos que por causa da nossa ganancia desenfreada é bem possível que trabalhássemos sem interrupção, mas Deus em sua sabedoria proveu para o seu povo um dia especial para  descanso e adoração, um dia dedicado a Deus e o ensinamento passado aqui é que devemos sempre separar um período especifico para adoração e meditação das sagradas escrituras. Assim como da necessidade que temos de interromper o labor diário para repor nossas energias.

Parte 2 relacionamento do homem para com o próximo

5°) Quinto mandamento: honra devida aos pais
"Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor teu Deus te dá.”
Êxodo 20:12

"Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim;
Mateus 10:37

Esses mandamento abrange todos os devidos atos de bondade, ajuda material, respeito e obediência aos pais. Abrange também agressão moral e física.

6°) Sexto mandamento: o respeito e a preservação da vida humana

"Não matarás.
Êxodo 20:13

“Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. Também, qualquer que disser a seu irmão: ‘Racá’, será levado ao tribunal. E qualquer que disser: ‘Louco!’, corre o risco de ir para o fogo do inferno.”
Mateus 5:22

“Quem odeia seu irmão é assassino, e vocês sabem que nenhum assassino tem vida eterna em si mesmo.”
1 João 3:15

Este mandamento proíbe o homicídio deliberado, intencional e ilícito e no novo testamento esse mandamento é endossado também com o ódio que leva a pessoa a desejar a morte do outro e o mata no seu coração ou qualquer ação maléfica que leva a morte espiritual também.

7°) Sétimo mandamento: fidelidade conjugal exigida

"Não adulterarás.”
Êxodo 20:14

“Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.”
Mateus 5:28

O adultério acaba por ser um dos pecados com a mais grave consequência, pois além de atingir o infrator acaba afetando também seu cônjuge e por vezes carrega consequências permanentes na vida do casal. (Pv 6.32.33/1 Tm 3.2)

8°) Oitavo mandamento: o direito de propriedade preservada

"Não furtarás.
Êxodo 20:15

E se alguém quiser processá-lo e tirar-lhe a túnica, deixe que leve também a capa.
Mateus 5:40

Este mandamento proíbe qualquer tipo de furto, desonestidade, ou corrupção. Todo ato que culmine no prejuízo ao próximo e seu patrimônio é um ato condenado por Deus.

9°) Nono mandamento: a falsidade condenada

"Não darás falso testemunho contra o teu próximo.
Êxodo 20:16

Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado.
Mateus 12:36

O falso testemunho, fofocas ou mesmo palavras ofensivas e levianas proferidas contra o próximo são duramente repreendidas nas escrituras. Devemos sempre ter respeito pelo nome e pela reputação das pessoas, não se deve fazer declarações sem fundamento sobre atos ou a reputação do outro. Devemos falar de modo justo e honesto a respeito de quem quer que seja. (Mt.12.34)

10°) Décimo mandamento: guardar o coração da cobiça

"Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença".
Êxodo 20:17

Então lhes disse: "Cuidado! Fiquem de sobreaviso contra todo tipo de ganância; a vida de um homem não consiste na quantidade dos seus bens".
Lucas 12:15

Cobiçar é desejar o que o outro tem. Vai muito além do simples admirar, a cobiça inclui a inveja que é o ressentimento pelo fato de outro possuir algo que não temos. Devemos lembrar que possuir coisas não nos faz feliz por completo antes estaremos plenamente felizes em Deus que nos supre com aquilo que realmente precisamos. Sempre ore a Deus para que ele possa direcionar seus desejos de acordo como a vontade dele.

Concluindo

O decálogo funciona para nós como um professor(Gl.3.24-25) mandado da parte de Deus para nos apontar o caminho certo a seguir, ele portanto não deve sei visto como um fardo, mas como um gracioso instrumento de Deus para nos conduzir no caminho correto, ao olhar para o decálogo devemos ter em mente quão alto é o padrão de Deus e que não podemos alcança-lo com nossos méritos mas através do novo nascimento e da obra santificadora do Espirito Santo em nós, possamos assim como o salmista Davi no salmo 119 (que por sinal é o maior capitulo da bíblia) louvarmos a Deus por sua lei perfeita e nos alegrarmos nela.

“Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem sucedido por onde quer que andar.”
Josué 1:7

Roda de leitura

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O que significa ser um cristão?



Tg 1.19-27

Nós vivemos em uma cultura onde o ser cristão está vazio de significado, muitos professam ser “evangélicos” por modinha que  rebaixam a uma simples ideologia ou onde a indústria nos vê como mais um seguimento da sociedade a ser conquistado e cada vez mais nos distanciamos do verdadeiro significado de ser seguidor de Cristo. Mas em meio a tantas definições tais como sou “evangélico” ou sou “crente” ou ainda “gospel” ou “protestante”, o que de fato nos define como cristãos?
Será que são nossas roupas? Nossa maneira de falar? Nossa maneira de agir? é ir para igreja? Carregar uma bíblia? Diante da crise de identidade que vemos por todo lado o que nós podemos fazer para mostrar ao mundo identidade cristã autentica?

O que não nos leva a ser cristão?

Se dizer evangélico não faz de você um cristão, professar sua em Cristo não te faz cristão. Não beber, não fumar, não jogar, não roubar, não ser promiscuo ou ir à igreja não te torna cristão, muito menos ser crente, pois eu posso acreditar, mas não obedecer, acreditar e não segui-lo.

Tg.1.22

O que de fato faz você ser um cristão é o seu amor a Cristo e sua devoção a Ele. Um amor que nos move que nos conduz a reproduzirmos os mesmos comportamentos de Cristo é ter a mente de Cristo!
1 Co. 2.16

A palavra cristão significa pequeno Cristo.

Ser cristão neste contexto é acreditar nas palavras de Cristo e leva-las a sério é vive-las e praticá-las. É claro que ser cristão implica em evitar certos hábitos como os citados acima, mas vale lembrar que eles são a consequência não o que nos define.
Você não mente, não se comporta de modo indecente, não fala de maneira leviana, não se veste de modo escandaloso, não se embriaga, não é promiscuo porque sua vida foi transformada por Cristo! todos estes atos são a consequência de uma vida que foi mudada e não a causa. Ser cristão é dar frutos! Ser cristão é não se conformar com o mundo, mas transformá-lo pelo seu comportamento e pensamento.

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12:2

Ser cristão é ser transformado a cada dia para nos tornarmos mais parecidos com ele!

Isso significa que:

Temos plena comunhão com Ele (Rm 8.16).
Damos adeus à forma leviana de pensar, própria do mundo (Fp 4.8).
Renunciamos ao domínio da velha natureza (2 Co 5.17).
Amar a Deus acima de todas as coisas e obedecê-lo ( At 15.28,29)
Viver em humildade (Mt 11.29)
Fazer a Vontade de Deus (Rm 12.2)
Ser a luz do mundo (Mt 5.14,16).

É pensar como Jesus pensava, Jesus pensava só na Palavra, Ele vivia, pensava e agia de acordo com a Palavra de Deus.
Ser cristão é ter um propósito bem definido em nossas vidas que é de amar e glorificar a Deus com nossas vidas e através de nossa pregação e testemunho mostrar ao mundo o poder regenerador do Espirito Santo.

Se vivemos, vivemos para o Senhor; e, se morremos, morremos para o Senhor. Assim, quer vivamos, quer morramos, pertencemos ao Senhor.

Romanos 14:8